Quinta-feira, dia 02 de Outubro de 2008

Santos Anjos da Guarda

Livro de Êxodo 23,20-23.

Eis que Eu envio um anjo diante de ti, para te guardar no caminho e para te fazer entrar no lugar que Eu preparei. Mantém-te atento na sua presença e escuta a sua voz. Não lhe causes amargura, porque ele não suportará a vossa transgressão, porque está nele a minha autoridade.

Mas se escutares a sua voz e se fizeres tudo o que Eu falar, Eu serei inimigo dos teus inimigos e serei adversário dos teus adversários, pois o meu anjo caminhará diante de ti e te fará entrar na terra do amorreu, do hitita, do perizeu, do cananeu, do heveu e do jebuseu, e Eu exterminá-lo-ei.

Livro de Salmos 91(90),1-2.3-4.5-6.10-11.

— O Senhor deu uma ordem aos seus Anjos, para em todos os caminhos te guardarem.

— Quem habita ao abrigo do Altíssimo e vive à sombra do Senhor onipotente, diz ao Senhor: "Sois meu refúgio e proteção, sois o meu Deus, no qual confio inteiramente".

— Do caçador e do seu laço ele te livra. Ele te salva da palavra que destrói. Com suas asas haverá de proteger-te, com seu escudo e suas armas, defender-te.

— Não temerás terror algum durante a noite, nem a flecha disparada em pleno dia; nem a peste que caminha pelo escuro, nem a desgraça que devasta ao meio-dia.

— Nenhum mal há de chegar perto de ti, nem a desgraça baterá à tua porta; pois o Senhor deu uma ordem a seus Anjos para em todos os caminhos te guardarem.

Evangelho segundo S. Mateus 18,1-5.10.

Naquele momento, os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram-lhe: «Quem é o maior no Reino do Céu?» Ele chamou um menino, colocou-o no meio deles e disse: «Em verdade vos digo: Se não voltardes a ser como as criancinhas, não podereis entrar no Reino do Céu. Quem, pois, se fizer humilde como este menino será o maior no Reino do Céu.

Quem receber um menino como este, em meu nome, é a mim que recebe.» «Livrai-vos de desprezar um só destes pequeninos, pois digo-vos que os seus anjos, no Céu, vêem constantemente a face de meu Pai que está no Céu.

Da Bíblia Sagrada

São Bernardo (1091-1153), monge cisterciense e doutor da Igreja
12º sermão sobre o Salmo 90

«Eis que Eu envio um anjo diante de ti, para te guardar no caminho e para te fazer entrar no lugar que Eu preparei» (Ex 23,20)

«Ele deu ordens aos seus anjos, para que te guardem em todos os teus caminhos» (Sl 90,11). Que respeito estas palavras não suscitarão em ti, o fervor que farão nascer, a confiança que te inspirarão! Respeito, pela sua presença; fervor, pela sua benevolência; confiança, pela sua vigilância […] Eles aí estão, portanto, a teu lado, e não estão contigo apenas, estão aí verdadeiramente por causa de ti e para ti. Estão presentes para te proteger, para te socorrer.

Como retribuirás tu ao Senhor tudo o que Ele te deu? (Sl 115,3). É a Ele e só a Ele que devemos gloriar e honrar por este auxílio; foi Ele quem lhes deu ordens para estarem ao nosso auxílio. «Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vêm do alto» (Tg 1,17), vêm d’Ele. Mas não podemos contudo deixar de estar reconhecidos aos anjos, tendo em conta a grande caridade com que obedecem, e a extrema necessidade que temos da sua ajuda.

Tenhamos portanto o maior respeito e reconhecimento por tal vigilância da sua parte; pelo nosso lado, amemo-los e honremo-los o quanto pudermos e devermos […] Amemos em Deus os seus Anjos, com a consciência de que serão um dia nossos co-herdeiros, com a consciência de que até lá o Pai dispõe e ordena que eles sejam guias e educadores para nós. Porque «agora já somos filhos de Deus» ainda que tal não o pareça ainda claramente (1 Jo 3,2), porque somos ainda filhos submetidos a intendentes e a educadores, parecendo ainda em nada nos distinguir de servos.

No entanto, por mais pequenos que sejamos, por mais longa que seja a estrada ainda a percorrer, que teríamos a temer sob tão boa guarda? […] Os anjos são fiéis, sábios, fortes; que teríamos a temer? Sigamo-los somente, liguemo-nos a eles, pois estaremos na protecção do Deus do céu.

Paz e Bem!

Santos Anjos da Guarda  – 02 de Outubro

Neste dia em que fazemos Memória do nosso protetor, a Igreja termina assim o hino e oração da manhã: "Salvai por vosso filho a nós, no amor; ungidos sejamos pelos anjos; por Deus trino, protegidos!"

A palavra anjo significa, "enviado, mensageiro divino", muitas vezes encontramos as manifestações dos anjos como missionários de Deus, e por isso, com clareza lemos no salmo 91: "Pois Ele encarregará  seus anjos de guardar-te em todos os teus caminhos".

Quando nos deparamos com a anunciação e outros Mistérios da vida de Jesus, conseguimos perceber que este salmo profetiza a presença dos anjos na vida do Senhor. Ora, Cristo é o primogênito de todas as criaturas, nosso irmão e modelo, se, portanto, sua humanidade, apesar de unida com a Divindade, era continuamente protegida por anjos, logo quanto mais devemos ser nós, seus membros tão frágeis. Tanto o Pai quer isto que revelou a Jesus : "Guardai-vos de desprezar algum desses pequeninos, pois eu vos digo, nos céus os seus anjos, se mantêm sem cessar na presença do meu Pai que está nos céus".(Mt 18,10)

Nos Atos dos Apóstolos e nos escritos de São Bernardo, Santo Tomás de Aquino e outros Doutores da Igreja, encontramos testemunhos que nos motivam a confiarmos nos Santos Anjos protetores de cada um, pois atesta a Sagrada Escritura: "Não são todos (os anjos) eles espíritos cumpridores de funções e enviados a serviço, em proveito daqueles que devem receber a salvação como herança? " (Hb 1,14).

Na Inglaterra desde o ano 800 acontecia uma festa dedicada aos Anjos da Guarda e a partir do ano 1111 surgiu uma linda oração que apresentaremos a seguir, mas é importante lembrarmos também, que da Iglaterra esta festa se estendeu de maneira universal depois do ano 1608 por iniciativa do Sumo Pontífice da época. Aprendamos e rezemos esta quase milenar prece:

"Anjo do Senhor – que por ordem da piedosa providência Divina, sois meu guardião – guardai-me neste dia (tarde ou noite) iluminai meu entendimento; dirigi meus afetos; governai meus sentimentos para que eu jamais ofenda ao Deus e Senhor. Amém."

Santos Anjos da Guarda…rogai por nós!