“Todos diziam: O Senhor ressuscitou verdadeiramente e apareceu a Simão. Eles (os discípulos de Emaús), por sua parte, contaram o que lhes havia acontecido no caminho e como o tinham reconhecido ao partir o pão. Enquanto ainda falavam dessas coisas, Jesus apresentou-se no meio deles e disse-lhes: A paz esteja convosco!

Perturbados e espantados, pensaram estar vendo um espírito. Mas ele lhes disse: Por que estais perturbados, e por que essas dúvidas nos vossos corações? Vede minhas mãos e meus pés, sou eu mesmo; apalpai e vede: um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que tenho. E, dizendo isso, mostrou-lhes as mãos e os pés.

Mas, vacilando eles ainda e estando transportados de alegria, perguntou: Tendes aqui alguma coisa para comer? Então ofereceram-lhe um pedaço de peixe assado. Ele tomou e comeu à vista deles. Depois lhes disse: Isto é o que vos dizia quando ainda estava convosco: era necessário que se cumprisse tudo o que de mim está escrito na Lei de Moisés, nos profetas e nos Salmos.

Abriu-lhes então o espírito, para que compreendessem as Escrituras, dizendo: Assim é que está escrito, e assim era necessário que Cristo padecesse, mas que ressurgisse dos mortos ao terceiro dia. E que em seu nome se pregasse a penitência e a remissão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém. Vós sois as testemunhas de tudo isso.”. (Lc 24,34-48).

Fazer a experiência do ressuscitado é fazer a experiência da ressurreição com Ele. De Abraão até Jesus, os homens viveram a realidade da fé na esperança de sua vinda, agora, porém, vivemos a esperança da Plenitude do Reino de Deus inaugurado por Ele na Ressurreição; então tudo é novo, totalmente novo, eis que fazemos parte da Nova Criação, porque em Jesus não existe mais a morte, mas somente a Vida Eterna, por isso, todo aquele que Nele crê, tem a Vida Eterna.

Não viver a dimensão de ressuscitado com Cristo, é permanecer inda na morte sem esperança alguma; sem qualquer novidade ou expectativa de vida. A humanidade precisa despertar desse sono letárgico que a mantém presa ao pecado e à morte. Jesus é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo e nos liberta de todo mal; resgata as nossas almas para o Reino dos Céus e nos faz participantes da Natureza Divina, que tem como Atributo a imortalidade.

Quem não se une ao Senhor neste mundo, vive ainda na perdição deste mundo. Quem não o ama de todo coração, permanece no ódio satânico que tem feito tanto mal à criação.

“Oito dias depois, estavam os seus discípulos outra vez no mesmo lugar e Tomé com eles. Estando trancadas as portas, veio Jesus, pôs-se no meio deles e disse: A paz esteja convosco! Depois disse a Tomé: Introduz aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos. Põe a tua mão no meu lado. Não sejas incrédulo, mas homem de fé. Respondeu-lhe Tomé: Meu Senhor e meu Deus!

Disse-lhe Jesus: Creste, porque me viste. Felizes aqueles que crêem sem ter visto!” (Jo 20,26-29).

Paz e Bem!

<a rel="license" href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/2.5/br/"><img alt="Creative Commons License" style="border-width:0" src="http://i.creativecommons.org/l/by-nc-sa/2.5/br/88×31.png&quot; /></a><br /><span xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/&quot; href="http://purl.org/dc/dcmitype/Text&quot; property="dc:title" rel="dc:type">FREI FERNANDO, VIDA, FÉ E POESIA</span> by <a xmlns:cc="http://creativecommons.org/ns#&quot; href="www.freifernando.net" property="cc:attributionName" rel="cc:attributionURL">Frei Fernando,OFMConv.</a> is licensed under a <a rel="license" href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/2.5/br/">Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License</a>.

Anúncios