A MORTE NÃO É O FIM…

 

O que vejo no limiar da existência?

Naturalmente, nada além do limite…

Porém, não podemos esquecer:

o futuro, Deus nos dá a viver agora…

Sem demora, em total obediência,

sob sua proteção…

 

Eis que os nossos dias avançam…

rumo ao horizonte existencial,

onde haverá o fim de todo limite…

e de todo o mal…

Onde nos espera a herança eterna…

Logo após o julgamento final…

 

Para nós que cremos em Cristo

e seguimo-lo fielmente ao devir…

Esperamos a vida que não tem fim…

A Nova Jerusalém Celeste…

Casa da Paz definitiva…

Onde em Deus seremos Um…

 

Portanto…

A morte não é o fim…

Porque Jesus vive, reina e é o Senhor…

Ele, vencedor do pecado e de todo mal…

Autor e consumador de nossa fé…

Cujo Reino não tem fim…

 

Ele, que há de julgar os vivos e dos mortos…

E recompensará a cada um conforme as suas obras…

Por isso, não temas pequeno rebanho…

O Rei está chegando, ide ao seu encontro…

Preparemos nossas lâmpadas…

o festim real está prestes a começar…

 

Paz e Bem!

Frei Fernando,OFMConv.

E como será a Nova Criação?

São João a descreve em Apocalipse 7:

“Depois disso, vi quatro Anjos que se conservavam em pé nos quatro cantos da terra, detendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, sobre o mar ou sobre árvore alguma. Vi ainda outro anjo subir do oriente; trazia o selo de Deus vivo, e pôs-se a clamar com voz retumbante aos quatro Anjos, aos quais fora dado danificar a terra e o mar, dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que tenhamos assinalado os servos de nosso Deus em suas frontes.

Depois disso, vi uma grande multidão que ninguém podia contar, de toda nação, tribo, povo e língua: conservavam-se em pé diante do trono e diante do Cordeiro, de vestes brancas e palmas na mão, e bradavam em alta voz: A salvação é obra de nosso Deus, que está assentado no trono, e do Cordeiro. E todos os Anjos estavam ao redor do trono, dos Anciãos e dos quatro Animais; prostravam-se de face em terra diante do trono e adoravam a Deus, dizendo:

Amém, louvor, glória, sabedoria, ação de graças, honra, poder e força ao nosso Deus pelos séculos dos séculos! Amém. Então um dos Anciãos falou comigo e perguntou-me: Esses, que estão revestidos de vestes brancas, quem são e de onde vêm? Respondi-lhe: Meu Senhor, tu o sabes. E ele me disse: Esses são os sobreviventes da grande tribulação; lavaram as suas vestes e as alvejaram no sangue do Cordeiro.

Por isso, estão diante do trono de Deus e o servem, dia e noite, no seu templo. Aquele que está sentado no trono os abrigará em sua tenda. Já não terão fome, nem sede, nem o sol ou calor algum os abrasará, porque o Cordeiro, que está no meio do trono, será o seu pastor e os levará às fontes das águas vivas; e Deus enxugará toda lágrima de seus olhos”. (Ap 7).

“Então o que está assentado no trono disse: Eis que eu renovo todas as coisas. Disse ainda: Escreve, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras”. (Ap 21,5).