AS INVOCAÇÕES DA LADAINHA DE NOSSA SENHORA (VI)

VIRGEM PODEROSA

Jesus é a Palavra Viva de Deus, o Verbo da Vida. “Ele é a Imagem de Deus invisível, como escreveu São Paulo, o Primogênito de toda criatura. Nele foram criadas todas as coisas no céu e na terra, as criaturas visíveis e invisíveis. Tronos, dominações, principados, potestades: tudo foi criado por ele e para ele. Ele existe antes de todas as coisas e todas as coisas subsistem nele. Ele é a cabeça do corpo, da Igreja”. (Col 1,15-18).

Ora, esse é Jesus, o Filho de Deus. O mesmo que se fez homem pelo Espírito Santo no seio de Maria, Ele que disse: “Toda autoridade me foi dada no céu e na terra”. (Mt 28,18). Então, todo poder habitou no seio virginal da Mãe de Deus quando da encarnação do Verbo, e isso se constitui num dos maiores Mistérios do amor de Deus, a humana criatura recebe-o no seu ventre, Ele que criou todas as coisas. Logo, entendemos que o poder da Virgem é seu Filho Jesus Cristo, que “tem todo poder sobre o céu e a terra”. Ela permanece unida a Ele pelos laços sanguíneos, pois 100% do DNA de Jesus veio de Maria; ela permanece unida a Ele pelos laços afetivos como mãe e tutora; e espiritualmente pela ação Espírito Santo, que os une perfeitamente, desse modo, Deus quis que a Virgem participasse diretamente de seu Poder Divino. Assim, entendemos perfeitamente o que significa a expressão: “imagem e semelhança de Deus”, porque a Virgem poderosa se tornou uma só com o seu Criador e Pai nosso.

Virgem clemente

Em Maria Santíssima, as virtudes atingem toda sua plenitude, porque sua perfeita comunhão com o Espírito Santo a leva ao bem infinito, e este transborda até nós por sua maternal intercessão. A virtude da clemencia se traduz pela sensibilidade do coração em perceber os sofrimentos, as dores e as angustias que os seres humanos padecem, por não estarem gozando ainda do bem eterno, e amenizá-los para que tenham o consolo necessário para um viver temporal harmonioso e feliz. Desse modo, a Virgem Clemente se compadece da angustia de seus filhos e filhas, cuidando de consola-los em suas dores e sofrimentos, tornando-se assim refrigério para as nossas almas.

Existe uma oração belíssima suplicando à Virgem Maria sua clemência e compaixão para conosco, é a oração da Salve Rainha:

Salve, Rainha, Mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei; e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria. Rogai por nós, santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém.

Virgem fiel

Quando recebemos um grande presente, este se torna para nós motivo e fonte de alegrias inefáveis, por isso, jamais nos desfazemos dele, isto é, procuramos ser fiéis à dádiva recebida por toda vida; porém, por essa fidelidade ao Senhor, partilhamos sua dádiva com os demais, multiplicando-a ao infinito.

De fato, Maria Santíssima recebeu o Bem da Vida Eterna em seu Filho, Jesus Cristo, e por sua fidelidade ao Pai Eterno e ao seu Plano de salvação, o deu a toda humanidade, como dom de nossa redenção. Portanto, ser fiel ao que recebemos de Deus aqui é ser fiel nas pequenas coisas, pois, como disse Jesus: “Quem é fiel nas pequenas coisas também será fiel nas grandes”. Em outras palavras, quem é fiel ao que recebeu de Deus no tempo, também será fiel à sua herança eterna no devir que o Senhor preparou para aqueles que o amam e o seguem fielmente como o fez a Virgem Santíssima.

Paz e Bem!

Frei Fernando,OFMConv.

Anúncios