CRÔNICAS DE MINHA ALMA: APRENDI A PENSAR EM DEUS…

O intelecto é uma das faculdades da alma, é nele que geramos os pensamentos, os raciocínios, todas as nossas opiniões e decisões que tomamos. Também nele armazenamos os conhecimentos adquiridos e produzimos os frutos de nosso aprendizado. Isso acontece, porque o espírito humano é como um HD (Hard Disk) onde gravamos nossas experiências, colocando-as em nossas memórias permanentes para depois trabalharmos elas e aperfeiçoa-las.

Ora, como somos seres para Deus, porque aqui no mundo não ficamos por muito tempo, precisamos aprender a conviver com Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo, e com seus anjos e santos, desde já, pois nossa naturalidade não está desligada de Sua Eternidade, ao contrário, nossa naturalidade é sustentada por Sua Eternidade. Por isso, precisamos cultivar o viver eterno a cada passo dado para Ela. Isso requer de nós uma conduta digna de quem recebeu o batismo e por ele a vida nova dos filhos e filhas de Deus, para vivermos em permanente comunhão de amor com Ele.

Desse modo, toda experiência que fazemos tem que ser uma experiência com Deus e para Deus, mesmo quando agimos naturalmente, visto que só Deus é e nunca deixa de ser; enquanto nós só o somos se vivemos Dele com Ele e para Ele, porque sem Ele nada do que existe permanece. Ora, sabemos que no Reino de Deus não há pecado, e todos os pecados que aqui existem desaparecerão, e todos os males sumirão, assim como todos os que os praticam, se não se converterem, porque em Deus só permanece o que comunga com Sua Santa Vontade, porque o Senhor é infinitamente Santo e nos quer santos como Ele É. Portanto, o pecado não pode mais fazer parte de nossa vida.

Com efeito, na minha experiência cotidiana com o Senhor, tenho me esforçado como aprendiz de santo a cada instante, suplicando que Ele me comunique Sua Graça inefável, seja pelo arrependimento sincero dos meus pecados, confissão e absolvição sacramental quando falho diante Dele; seja pela obediência incondicional aos seus mandamentos; seja ainda pelo santo temor que traduzo em profundo respeito e amor ao Senhor acima de todas as coisas. Por isso, peço que o Senhor me dê um coração manso e humilde como o Seu e me faça seu servo permanentemente e que nunca me perca de vista, porque nada mais quero neste mundo fora da vontade Dele, pois o servo só faz o que o seu Senhor manda e é pra isto que estou aqui. Suplico ainda, que o Senhor nos conceda a graça de termos como fonte de todos os nossos pensamentos a sua Divina Palavra, porque desse modo faremos com que todas as nossas ações nasçam de Sua Santa Vontade, para que ela se cumpra verdadeiramente no meio de nós.

De certo, assim aprendi a pensar no Senhor, não como se Ele estivesse lá em cima no céu e nós aqui na terra, se bem que a Sagrada Escritura revela que “o céu é a morada de Deus e a terra é o escabelo de seus pés”, todavia, a Onipotência, Onisciência e Onipresença divina me fazem crer firmemente que somos transparentes diante de Seus Olhos e que nada escapa ao seu fulgor. Por isso, também creio que vivemos sob sua constante proteção; e que isso só não acontece quando nos desligamos Dele pelo pecado mortal cometido, porque pecar mortalmente é se desligar de Deus no qual não existe nenhum vestígio de pecado e muito menos algum princípio funesto.

Destarte, façamos essa oração: Ó Senhor Deus, Tu és o Princípio e o fim de todas as coisas, em Ti tudo se firma e tudo crescer. Por Teu Amor Infinito de Pai, nos criastes à tua “imagem e semelhança” e quando pecamos, afastando-nos de Ti, quisestes nos resgatar enviando o teu Filho, Jesus Cristo, até nós, concebido pela ação Espírito Santo e nascido da Virgem Maria, para que tivéssemos o perdão dos pecados e a vida nova do mundo que há de vir, onde reinaremos eternamente com Ele, teu Cordeiro Imolado que tirou o pecado do mundo e nos gerou para a vida eterna, junto de Ti, ó Pai, que vives e reinas para sempre. Amém!

Paz e Bem!

Frei Fernando,OFMConv.

***
Senhor, que quero eu fora de tua graça? Nada, porque tua graça me basta. “Afora vós, o que há para mim no céu? Se vos possuo, nada mais me atrai na terra. Meu coração e minha carne podem já desfalecer, a rocha de meu coração e minha herança eterna é Deus. Sim, perecem aqueles que de vós se apartam, destruís os que procuram satisfação fora de vós. Mas, para mim, a felicidade é me aproximar de Deus, é pôr minha confiança no Senhor Deus, a fim de narrar as vossas maravilhas diante das portas da filha de Sião”. (Sl 72,25-28).

***

FREI FERNANDO, VIDA, FÉ E POESIA by Frei Fernando,OFMConv. is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License.