CRÔNICAS DE MINHA ALMA: AS ARMAS DA VERDADE…

Deus está sempre presente e nenhuma criatura pode contestar isto, haja vista ser Ele quem sustenta a obra de suas mãos. Deus só não está presente no pecado, porque Deus é inacessível ao mal, isto é, o mal não tem acesso a Deus nunca. Assim, somente Deus pode penetrar em Sua Natureza Divina e nos dar a conhecê-la, tal como ela É. (cf. 1Cor 2,19). Por isso, tudo o que conhecemos de Deus só o conhecemos porque Ele nos revelou por Seu Espírito, ao longo da história da salvação nas Sagradas Escrituras, e nos últimos tempos, por meio de Seu Filho, Jesus Cristo, o Salvador da humanidade.

Com efeito, a Carta aos Hebreus nos dá a conhecer essa verdade: “Muitas vezes e de diversos modos outrora falou Deus aos nossos pais pelos profetas. Ultimamente nos falou por seu Filho, que constituiu herdeiro universal, pelo qual criou todas as coisas. Esplendor da glória (de Deus) e imagem do seu ser, sustenta o universo com o poder da sua palavra. Depois de ter realizado a purificação dos pecados, está sentado à direita da Majestade no mais alto dos céus, tão superior aos anjos quanto excede o deles o nome que herdou”. (Heb 1,1-4).

Ora, Deus jamais iria criar algo tão lindo, como criou o universo e todas as suas criaturas, para que tudo fosse destruído pelo pecado. É evidente que Deus criou tudo por amor e para o amor, e suas obras demonstram isto claramente. Todavia, sabemos que houve um grande desvio de conduta, por parte dos anjos decaídos e da desobediência dos homens (cf. Gen 3,1-5), para que o mal se nos atingisse, como o constatamos no atual momento da criação.

O Senhor, porém, nunca deixou de dar continuidade ao seu Plano de felicidade e de amor eterno. Por isso, enviou seu Filho amado, Jesus Cristo, para nos livrar do pecado e da influência dos anjos decaídos e para nos salvar das consequências do pecado, que é morte eterna. (cf. Rom 8,1-17). Assim, por meio do seu Sacrifício de Cruz, Jesus nos deu o perdão tão necessário para a nossa salvação. Desse modo, o Senhor nos amou até a última gota do Seu Sangue Redentor, e saudou a dívida que tínhamos com Deus Pai, quando da queda no paraíso; e nos enviou o Espírito Santo para nos conduzir, como novo povo eleito, representado por sua Igreja, da qual é a Cabeça e nós somos seus membros. Pôs à frente dela Pedro e seus sucessores para dar consistência ao seu rebanho. E disse: “Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo”. (Mt 28,19-20).

Portanto, a Igreja Católica (=aquela que abrange todo o universo), Apostólica (=fundamentada na sucessão apostólica), Romana (=por ter sua sede em Roma na Itália), é a parte visível do Reino de Deus no mundo. Dela fazem parte todos os batizados, pois o Batismo é uma consagração definitiva à Deus e um vínculo de pertença ao seu Reino; por ele somos seus filhos e filhas, isto é, nascemos na ordem da graça para a vida eterna. Por ele, temos acesso a todos os outros Sacramentos, que são canais de graças para a santificação de nossas almas.

Então, quais são as armas da Verdade? Ser batizado e fazer parte do novo povo de Deus, a Igreja Santa, Católica, Apostólica, Romana; observar os santos mandamentos da Lei de Deus (cf. 1Jo 5,3-4); viver vida sacramental, isto é, se unir a Jesus na Eucaristia, e participar também dos outros Sacramentos, conforme o Senhor nos conceda, pois, como disse, os Sacramentos são sinas visíveis de sua presença e comunicadores de suas graças. Ter vida de oração e meditação da Palavra de Deus, para ouvi-lo e segui-lo fielmente, pois quem ouve a Deus em sua Divina Palavra, nunca se afasta do seu rebanho, pelo contrário, cresce na graça, na sabedoria e no conhecimento do Senhor, porque se deixa conduzir pelo Espírito Santo. (Cf. Gal 5,13-25).

Por fim, usemos a mais eficaz de todas as armas da verdade, o amor incondicional. Pois, eis o que diz o Senhor: “Como o Pai me ama, assim também eu vos amo. Perseverai no meu amor. Se guardardes os meus mandamentos, sereis constantes no meu amor, como também eu guardei os mandamentos de meu Pai e persisto no seu amor. Disse-vos essas coisas para que a minha alegria esteja em vós, e a vossa alegria seja completa. Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, como eu vos amo. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida por seus amigos. Vós sois meus amigos, se fazeis o que vos mando. O que vos mando é que vos ameis uns aos outros”. (Jo 15,9-14.17).

Portanto, fiquemos vigilantes, como nos ensinou São Paulo: “A noite vai adiantada, e o dia vem chegando. Despojemo-nos das obras das trevas e vistamo-nos das armas da luz”. (Rom 13,12). “Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares. Tomai, por tanto, a armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever. Ficai alerta, à cintura cingidos com a verdade, o corpo vestido com a couraça da justiça, e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da paz.
Sobretudo, embraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai, enfim, o capacete da salvação e a espada do Espírito, isto é, a palavra de Deus. Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos”. (Ef 6,13-18).

Destarte, amemo-nos uns aos outros intensamente, pois foi assim que o Senhor nos amou até o fim, e nos deu fazer parte de sua Natureza Divina para amarmos de igual modo. E por este amor, nos deu como herança a imortalidade, por isso o seguimos fielmente em tudo rumo ao Reino dos Céus, à Sua Glória Eterna, revestidos das armas da verdade, “brilhando como luzeiros no mundo a ostentar a Palavra da vida”. (Fil 2,16a).

Paz e Bem!

Frei Fernando,OFMConv.

FREI FERNANDO, VIDA, FÉ E POESIA by Frei Fernando,OFMConv. is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License.