E TUDO ISTO ESTÁ NO MAIS ÍNTIMO DE NÓS…

Porque Deus é o Supremo Bem, existimos…
E tudo o que necessitamos para vida existe ainda, porque Deus nos ama…
Mesmo a despeito dos que o negam e querem destruir tudo…
Porque Deus é Amor, o mal não tem valor algum…
Mas infelizmente os homens insistem em cultivar a maldade…
Mesmo conhecendo na própria carne seus resultados nefastos…

O que dizer Senhor, de tamanha perversidade?
Creio que só há uma resposta convincente…
Amar-te sempre, amar-te infinitamente…
Porque se não fosse o teu amor,
nada existiria, absolutamente nada…
Todavia, ai daqueles que recusam teu amor…
Ai daqueles que semeiam a dor, a injustiça e a perversão…
Esses só terão o que semearam aqui, por toda a eternidade…
Por recusarem a verdade com suas mentiras, mesmo estando diante dela…

Senhor, que posso eu em minha finitude?
Porque são milhares e milhões de homens agindo contrariamente à tua vontade…
Como se eles tivessem por si mesmos o poder e o governo de todas as coisas criadas…
Quando na verdade aqui estão, só para definir o que serão por toda eternidade…
Porque nossas ações nada mais são do que a revelação de nossas escolhas e decisões, seja para o bem, seja para o mal…

Por isso, afirmo Senhor, sem medo algum de errar,
que não tenho poder, a não ser o poder de decidir o próprio devir…
Mas, à medida que decido por tua vontade…
Na verdade, posso tudo o que Tu podes,
porque dependo cem por cento de Ti…
Assim, já não sou eu que vivo, és Tu que vives em mim…
E a vida que vivo na carne, eu a vivo por amor de Teu Filho, Jesus…
Que por todos morreu na cruz para nos salvar…
Mesmo assim os homens não querem acreditar…
Porque se acreditassem tudo mudaria,
haveria uma verdadeira revolução do amor…
Todos se amariam e se reconheceriam como teus filhos e filhas…
E se nos tornaríamos herdeiros eternos da felicidade e da paz que nos dás…

Em meio a tudo isso, Senhor, dá pra se prever o destino eterno que estamos tomando…
Porque haverá um dia em que ouviremos de tua justiça…
A sentença bendita ou maldita do juízo final…
Bem-aventurados os que te glorificaram pela obediência e pelo amor…
Estes gozarão por toda a eternidade a felicidade que mereceram…
Ao contrário, malditos serão todos os que te negaram pelas maldades que praticaram…
Todos que se enredaram pela vereda da mentira, corrupção, depravação, homicídios, malefícios, impurezas, idolatria, perdição…
Estes terão como quinhão o tanque ardente de fogo e enxofre, a segunda morte…
Porque decidiram por tal viver…

Por isso, cada um se examine a si mesmo,
E procure corrigir e o que precisa de mudança…
Para assim poder alcançar as bem-aventuranças…
Compostas pela lembrança das virtudes praticadas…
Fé, esperança, caridade, desapego material…
Justiça, mansidão, fidelidade, paz…
Misericórdia, pureza de coração, santidade…
Sem as quais jamais veremos a Deus…
E tudo isto está no mais íntimo de nós…
Porque Deus nos criou para vivermos unicamente do seu amor…
Unicamente para amá-lo e adorá-lo pelos tempos infinitos…
No seu Reino bendito, morada eterna da paz…
Amém!

Paz e Bem!

Frei Fernando,OFMConv.

FREI FERNANDO, VIDA, FÉ E POESIA by Frei Fernando,OFMConv. is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License.