o que eu vejo, Senhor

A VONTADE DE DEUS

Fazendo minha meditação diária, me veio à mente a seguinte pergunta: como posso discernir a Vontade de Deus com precisão? Ou seja, como posso identifica-la tal qual ela é sem interpretações subjetivas? Porque já ouvi muitas vezes que a vontade de Deus está expressa nas Sagradas Escrituras… E, de fato, vejo nessa afirmação um profundo ato de fé e comungo totalmente com ela (cf. 2Pd1,19-21). Mas, será que a Vontade de Deus se faz expressa somente nas Palavras Sagradas? Eu pergunto isso, porque a percebo também em todas as suas criaturas, as visíveis e as invisíveis, elas são “Palavra de Deus realizada” (cf. Gn 1; Cl 1,15-18); pois as leis que as rege são verdadeiras e a verdade é a Vontade de Deus sempre presente; e são por estas leis, naturais ou eternas (cf. Rm 2,14-16;Ex 20,1-17;23,1-9), que o Senhor governa todas as suas criaturas. Desse modo, eu a percebo na liberdade que temos de escolher e decidir tudo em nossa vida, a partir das possibilidades e oportunidades que nos são dadas; eu a vejo ainda nos talentos, nas habilidades, nas capacidades e nos dons que cada ser possui. E a vejo, enfim, em tudo e em todos pelo simples fato de existirmos. Só não a vejo no mal e na prática dele (cf. Tg 1,13.17).

Mas, em meio aos acontecimentos da vida e tudo que a envolve, por exemplo, eu posso deixar expressa minha vontade, e me ausentar. E então, como fazer para me encontrares? Espere-me, fazendo minha vontade que deixei expressa, pois estou nela, mesmo que você não me veja, eu estou, isto porque não tem como você me esquecer, uma vez que minha vontade está gravada em sua alma. Assim acontece conosco diante de Deus. Não tem como esquecer o Senhor, pois suas leis (Vontade) estão gravadas em nossas almas e em tudo quanto existe (cf. Rm 1,19-22), e por isso, elas não nos deixa esquecê-lo. Não cumprir suas leis é morrer e não mais vê-lo. Infelizmente é o que está acontecendo nesse nosso mundo perverso, que por causa da desobediência à Sua Santa Vontade, inumeráveis criaturas têm perdido a vida e desaparecido da face da terra pelo o mal aqui se tem praticado.

Não obstante tudo isso, pergunto, é possível mesmo assim encontrar Deus pessoalmente aqui? Sim, pela fé, pois a fé é dom de Deus, também gravada em nossas almas, e é por ela que O encontramos (cf. Hb 11,6). Ora, mas será que Deus está presente pessoalmente no meio de nós, para além de suas Leis? Com absoluta certeza, pois em Jesus Cristo, o Filho de Deus, encontramos Deus pessoalmente, perfeitamente, sem nenhuma sombra de dúvida. Pois, assim está escrito: “Muitas vezes e de diversos modos outrora falou Deus aos nossos pais pelos profetas. Ultimamente nos falou por seu Filho, que constituiu herdeiro universal, pelo qual criou todas as coisas. Esplendor da glória (de Deus) e imagem do seu ser, sustenta o universo com o poder da sua palavra. Depois de ter realizado a purificação dos pecados, está sentado à direita da Majestade no mais alto dos céus, tão superior aos anjos quanto excede o deles o nome que herdou. Pois a quem dentre os anjos disse Deus alguma vez: Tu és meu Filho; eu hoje te gerei (Sl 2,7)? Ou então: Eu serei seu Pai e ele será meu Filho (II Sm 7,14)?” (Hb 1,1-5).

Com efeito, eis o que diz o Senhor: “Aquele que vem de cima é superior a todos. Aquele que vem da terra é terreno e fala de coisas terrenas. Aquele que vem do céu é superior a todos. Ele testemunha as coisas que viu e ouviu, mas ninguém recebe o seu testemunho. Aquele que recebe o seu testemunho confirma que Deus é verdadeiro. Com efeito, aquele que Deus enviou fala a linguagem de Deus, porque ele concede o Espírito sem medidas. O Pai ama o Filho e confiou-lhe todas as coisas. Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; quem não crê no Filho não verá a vida, mas sobre ele pesa a ira de Deus”. (Jo 3,31-36).

“Entretanto, exclamou Jesus em voz alta: Aquele que crê em mim, crê não em mim, mas naquele que me enviou; e aquele que me vê, vê aquele que me enviou. Eu vim como luz ao mundo; assim, todo aquele que crer em mim não ficará nas trevas. Se alguém ouve as minhas palavras e não as guarda, eu não o condenarei, porque não vim para condenar o mundo, mas para salvá-lo. Quem me despreza e não recebe as minhas palavras, tem quem o julgue; a palavra que anunciei julgá-lo-á no último dia. Em verdade, não falei por mim mesmo, mas o Pai, que me enviou, ele mesmo me prescreveu o que devo dizer e o que devo ensinar. E sei que o seu mandamento é vida eterna. Portanto, o que digo, digo-o segundo me falou o Pai”. (Jo 12,44-50).

Então, qual é o grande pecado da humanidade? É não crer em Cristo. O Filho de Deus é a Vida, sem Jesus não há Vida, mas somente a morte; Jesus é a Verdade, isto é, a total Vontade do Pai para nós, sem Jesus, tudo é nada; Jesus é o Caminho, sem Jesus todos os caminhos deste mundo são trilhas enganadoras, que levam a lugar nenhum. E onde encontramos o Senhor Jesus visivelmente? Na Santa Eucaristia, Sacramento da Salvação dos homens. Pois este Santo Sacramento é seu Corpo e Sangue, Alma e Divindade, Sua Presença real no meio de nós (Mt 26,26-28). Pois antes de partir deste mundo, Jesus quis permanecer aqui conosco, e se nos deu visivelmente neste Santíssimo Sacramento, Pão de vida eterna. Bem como nos ensinou São Paulo: “Eu recebi do Senhor o que vos transmiti: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão e, depois de ter dado graças, partiu-o e disse: Isto é o meu corpo, que é entregue por vós; fazei isto em memória de mim. Do mesmo modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a Nova Aliança no meu sangue; todas as vezes que o beberdes, fazei-o em memória de mim. Assim, todas as vezes que comeis desse pão e bebeis desse cálice lembrais a morte do Senhor, até que venha”. (1Cor 11,23-26).

Portanto, pela verdade que somos e conhecemos em nós e nas outras criaturas; pela fé que recebemos da Igreja, Corpo Místico do Senhor, parte visível do Reino de Deus neste mundo (cf. Mt 16,16-19), permaneçamos fiéis cumpridores de sua Vontade, pois, quem cumpre o Vontade de Deus presente em seus Mandamentos, permite que o Senhor esteja no comando de sua vida para que lhe santifique e conduza à vida eterna. Por outro lado, quem desobedece ao Senhor, envereda pelo caminho das trevas do pecado conduzido pelo diabo, inimigo de nossas almas, para o inferno que está preparado para ele e aqueles que o seguem (cf. Jo 5,28-29; Dn 12,2; Ap 20,10; 21,8).

Destarte, “Todo o que crê que Jesus é o Cristo, nasceu de Deus; e todo o que ama aquele que o gerou, ama também aquele que dele foi gerado. Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus: se amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos. Eis o amor de Deus: que guardemos seus mandamentos. E seus mandamentos não são penosos, porque todo o que nasceu de Deus vence o mundo. E esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é o vencedor do mundo senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?” (1Jo 5,1-5).

Paz e Bem!

Frei Fernando Maria,OFMConv.

Creative Commons License
FREI FERNANDO, VIDA, FÉ E POESIA by Frei Fernando,OFMConv. is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License.